Português

A aplicação da acessibilidade atitudinal no ensino de espanhol como língua estrangeira por meio de multi e múltiplos letramentos

A aplicação da acessibilidade atitudinal no ensino de espanhol como língua estrangeira por meio de multi e múltiplos letramentos

Orientador: Beatriz Furtado Alencar Lima
Autor Principal: Fátima Thaís de Almeida Reinaldo
Coautor: André Luíz Gomes e Dayana da Silva Alves Rodrigues

Com os questionamentos sobre o papel atitudinal da acessibilidade frente a presente realidade, idealizamos um curso de língua espanhola, nível básico, para pessoas com deficiência visual. Nosso intento é fazer com que os professores e, em nosso caso, futuros docentes, se sensibilizem e apliquem uma metodologia eficaz que contemple pessoas com deficiência visual. Elaboramos o material didático do curso denominado Espanhol Acessível com a proposta multimodal de não nos centrarmos somente na ideia visiocêntrica inserida nos métodos de ensino. Antes de pormos em prática o curso trabalhamos no seguintes passos: levantamento e análise de materiais didáticos de nível A1 e A2, entrevistas com deficientes visuais, seleção de multi e múltiplas modalidades (Braille, fonte ampliada, Voces, Dosvox, site e áudios). Nossa ideia partiu de construir um ambiente de aprendizagem no qual os professores refletissem sobre acessibilidade e inclusão de forma eficaz. Através desta ação, refletimos sobre nossos papéis como educadores e nos deslocamos de nosso lugar que estabelece como dominante o sentido da visão e passamos a entender o outro construindo uma metodologia de ensino que seja igualitária e que não afete a aprendizagem por barreiras construídas por uma sociedade regida por uma “ordem visiocêntrica do discurso” (LIMA, 2015).

Palavras-chave: Multi e múltiplos letramentos; papel atitudinal; pessoas com deficiência visual; formação inclusiva.