Português

Autismo e bullying escolar uma relação perigosa

Autismo e bullying escolar uma relação perigosa

Orientador: Ana Carina Stelko Pereira
Autor Principal: Carla Samya Nogueira Falcão
Coautor: Carlos Wendel Nogueira Falcão

Estudos internacionais demonstraram que as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) são mais suscetíveis a serem vítimas de bullying. Entretanto, poucos estudos verificaram este fenômeno nacionalmente e na perspectiva de pais, professores da rede regular de ensino e dos próprios alunos com TEA. Este trabalho teve como objetivo fazer uma revisão de literatura envolvendo as crianças com TEA no ambiente escolar. Neste estudo foi feito uma pesquisa de artigos científicos nas bases de dados SciELO, Portal CAPES e Google Acadêmico no mês de fevereiro de 2015. Para o levantamento bibliográfico, foram utilizados os seguintes descritores, na língua portuguesa, “bullying e autismo” e “bullying e Transtorno do Espectro Autista” e, em inglês, “bullying and autism” e “bullying and autism spectrum disorder”. Ao total encontraram-se 17 artigos relevantes ao estudo, sendo todos internacionais: dos quais oito são dos Estados Unidos da América, quatro do Reino Unido, três da Holanda e por último um artigo nos países da Austrália e Canadá. Conclui-se que os alunos com TEA são alvos fáceis para o envolvimento com o bullying e que no Brasil ainda não existem estudos abordando sobre a temática.