Português

III Acessibilidade em Ação inicia com debate sobre acesso à comunicação

4 de outubro de 2017

Professor Marcelo à esquerda e o professor João Bosco à direita.

O VI Ciclo de Debates abriu nessa segunda, dia 3, a terceira edição do Acessibilidade em Ação, promovido pela Secretaria de Acessibilidade UFC-Inclui. O evento marcou o início das atividades que serão realizadas ao longo desta semana, dentre oficinas e minicursos. Estudantes, professores e pesquisadores na área de acessibilidade  participaram do momento no auditório Valnir Chagas, na Faculdade de Educação (Faced).

As palestras foram comandadas pelos professores Marcelo Amorim e João Bosco Farias, que discutiram a Deficiência Sensorial e os desafios do acesso à informação e comunicação, tema do Ciclo.  Uma das questões que motivaram a temática foi a pouca discussão acerca do acesso à informação para todas as pessoas com deficiência. “Não é só porque uma pessoa é surda,  que ela sabe Libras, ou se é cega, sabe Braile”, explica o professor João Bosco durante o discurso, que ainda trouxe discussões sobre recursos tecnológicos acessíveis, como o audiobook.

O professor Marcelo levantou que smartphones e computadores com leitor de tela, por exemplo, nem sempre são soluções universais pois “tem muita gente que ainda vive no analógico”, diz. Ele ainda mostrou sua experiência com a língua de sinais durante viagem a Alemanha, além de trazer novos dados de pesquisa em comunicação para pessoas surdas no Brasil.

Foram ainda realizados três blocos de perguntas do público, que abriram discussões como o futuro dos intérpretes de Libras e a acessibilidade no ambiente educacional.