Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Secretaria de Acessibilidade

Área do conteúdo

Lazer acessível: Parques infantis são adaptados

Data de publicação: 11 de maio de 2017. Categoria: Campanhas – Boas Práticas em Acessibilidade, Você Sabia?

 A criação de parques acessíveis já comMulher brinca com criança em parque acessível.eçou a virar uma realidade em cidades do Brasil. O parque infantil “Anna Laura Parques para Todos” é um exemplo a ser seguido. Criado em 2014 o ALPARATO foi idealizado pelo casal  Rodolfo Henrique e Cláudia Fischer e nomeado em homenagem a filha do casal, que faleceu em 2012, por conta de um acidente de carro.

O projeto disponibiliza espaços estruturados, compostos por diversos recursos lúdicos que contemplam crianças com e sem deficiência, onde elas podem compartilhar o momento de diversão de forma segura e ampliar suas experiências motoras, cognitivas e sensoriais. Além de gerar sensações prazerosas que favorecem a melhora da autoestima, promovendo a acessibilidade social.

Participam do projeto diversas pessoas, instituições e empresas. O primeiro parque foi inaugurado na AACD da Mooca em janeiro de 2014. A intenção do projeto é a criação de quatro parques por ano, distribuídos por todo o Brasil.  Estão em criação parques em Porto Alegre e Recife (AACD), em Araraquara (APAE) e no Parque do Cordeiro da Prefeitura de São Paulo.

Mapa do parque acessível para cegos.

Essa iniciativa está em acordo com a Lei Federal nº 10.098, que obriga os parques de diversões a adaptar no mínimo 5% de cada brinquedo para crianças com deficiências ou mobilidade reduzida. Além desse ponto, a lei garante que o planejamento e a urbanização das ruas, parques e dos demais espaços de uso público devem ser feitos no sentido de promover mais ampla acessibilidade às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Fonte: Blog Aprender Brincando; Ana Laura Parque Para Todos; Lei Federal.

Acessar Ir para o topo