Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Secretaria de Acessibilidade

Área do conteúdo

Discurso e práticas comunicativas de inclusão na Campanha da Fraternidade

Discurso e práticas comunicativas de inclusão na Campanha da Fraternidade

Orientador: Edwin dos Santos Carvalho
Autor Principal: Francisco Mário de Sousa Silva
Coautor: Zuleide Fernandes de Queiroz

O estudo traz considerações sobre discurso e práticas comunicativas da igreja católica relacionados ao tema da inclusão e acessibilidade. O objeto de estudo é a organização da Campanha da Fraternidade de 2015, que teve como lema “Igreja e Sociedade”. O objeto empírico foram os materiais produzidos e distribuídos pela Conferência Nacional dos Bispos (CNBB) e pela Diocese de Crato para divulgar a campanha na região do Cariri cearense. O objetivo é identificar como a questão da inclusão e da acessibilidade foi tratada pela igreja na campanha daquele ano. Mais especificamente, que ferramentas e estratégias de comunicação foram utilizadas pela igreja para inclusão de fiéis com necessidades especiais. A partir do mapeamento de materiais comunicativos disponibilizados pela CNBB, de entrevistas com lideranças diocesanas e verificação de instrumentos utilizados pela Diocese de Crato, a pesquisa, realizada no segundo semestre de 2015, identificou que, embora existissem publicações adaptadas, a maior parte do material produzido não apresentou mecanismos que tornassem acessíveis a comunicação para deficientes auditivos e visuais, distanciando o discurso e o conteúdo da campanha de uma parcela dos fiéis.

Palavras- chave: Campanha da Fraternidade, Comunicação, Acessibilidade.

Acessar Ir para o topo