Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Secretaria de Acessibilidade

Área do conteúdo

Professora cria escola que promove autonomia a jovens cegos

Data de publicação: 10 de novembro de 2016. Categoria: Você Sabia?

professora e aluna explorando um livro Anja Pfafenzeller, de nacionalidade germânica, criou a primeira instituição no Ceará que busca capacitar cegos para uma vida independente. Também deficiente visual, Anja fundou a ONG “Bats in Action – Morcegos em Ação” no ano de 2013 na cidade de Ubajara, a 340 quilômetros de Fortaleza.
Porém, em fevereiro de 2013, antes da fundação, a alemã deu início a um trabalho itinerante nas casas e escolas de alunos cegos ou com baixa visão, visando identificar as suas necessidades e iniciar um processo de mobilização. A primeira sala de braile para ensinar jovens cegos foi então implantada em Sobral, a 231 quilômetros de Fortaleza, com o apoio da Secretaria do Estado. Após o sucesso do projeto, foi aí então que Anja criou uma nova unidade em Ubajara.

Em entrevista ao portal online Tribuna do Ceará, ela afirmou, “nosso objetivo é fazer com que os deficientes criem independência. É fazer com que ela saia de casa sozinha, aprenda a fazer as coisas de casa sozinha etc. Para isso, utilizamos métodos, estratégias e atitudes específicas para que essa pessoa tenha o sucesso nos estudos e nas interações sociais”.

Dentre os objetivos principais da ONG, segundo a fundadora, estão a capacitação do cego e de sua autonomia em relação, tanto ao campo locomotor, como também ao incentivo de sua comunicação e pensamento crítico.
Hoje, a instituição funciona em Sobral, no anexo da escola José da Mata e Silva, localizada no bairro Junco, e também na zona rural da cidade de Ubajara, em sua própria associação, no sítio Santo Antônio da Moitinga.

É possível entrar em contato com a instituição ainda, através dos telefones (88) 99794-2068 e (88) 99267-5445.

Acessar Ir para o topo